sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares



Este mês nas Bibliotecas do Agrupamento:

- Visitas Guiadas às Bibliotecas
- Marcadores

- Dia Mundial da Alimentação

- Testa o teu conhecimento com o Kahoot

- Visita de escritores


- Contadores de Histórias







As bibliotecas escolares desempenham um papel cada vez mais determinante na criação e dinamização de comunidades de leitores, de práticas e de aprendizagem, criando pontes valorizando a diversidade cultural neste mundo globalizado.

  A RBE (Rede de Bibliotecas Escolares) lançou um concurso para assinalar esta data!


Agarra o Desafio!
Reflete, partilha opiniões e apresenta uma ideia inovadora para a tua biblioteca escolar, sob a forma de um JOGO.

Participa no Concurso Teresa Calçada!

Para mais informações 
clica aqui ou informa-te na tua biblioteca


terça-feira, 10 de outubro de 2017

Outubro nas Bibliotecas Escolares


Outubro nas Bibliotecas Escolares 

Encontro- Bibliotecas e Literacias: novos desafios 

No sentido de assinalar o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, que se comemora em Outubro, e no âmbito da iniciativa "Outubro nas Bibliotecas Escolares", a Câmara Municipal de Loures e a Coordenação interconcelhia da RBE  vão promover um Encontro-“Bibliotecas e Literacias-novos desafios” no dia 17/10/2017 na Biblioteca Municipal José Saramago.

Com um vasto programa, em torno desta temática onde se  pretende destacar e sensibilizar os participantes para a importância das literacias, nomeadamente, digital e cientifica na sociedade atual. Este evento será o "ponto de partida " para o Outubro nas Bibliotecas Escolares, que este ano ira decorrer ao longo do ano letivo e que levará às BE das escolas de 1º ciclo escritores, ilustradores e a nossa equipa de animação.











sábado, 15 de julho de 2017

Dia Mundial do Livro no Agrupamento de Escolas da Bobadela

No recreio da escola EB1/JI da Bobadela, os alunos e a professora da turma do 3º ano interpretaram a canção "O Livro é um bom Amigo", criada pela professora para a comemoração do Dia Mundial do Livro.
A biblioteca "saiu" ao recreio, com a ajuda dos alunos do 4º ano
e, relembrando a tradição catalã que esteve na base da escolha do dia 23 de abril para assinalar o Dia Mundial do Livro (neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de São Jorge e recebem, em troca, um livro), a biblioteca escolar, as docentes e alunos da escola produziram flores em papel para a comunidade escolar, que foram sendo trocadas por livros para a leitura no espaço do recreio.




A biblioteca da EBI da Bobadela convidou todos os utilizadores a trocarem "Uma Flor por um Livro" e recebeu, ao longo da semana, as turmas do 1º ciclo para atividades em torno do livro e da leitura.

Adivinha quem lê
 Ler em qualquer posição

Poemas em ordem e Origami

terça-feira, 9 de maio de 2017

Comemoração do Dia Mundial do Livro no Agrupamento de Escolas Catujal-Unhos

A atividade prevista para comemorar o Dia Mundial do Livro foi adiada para o mês de maio. 

Na Escola Básica do Catujal, irá decorrer de  15 a 19 de maio, uma  Feira de Troca do Livro Usado - "ERA MEU AGORA É TEU", direcionada aos alunos, pessoal docente e não docente de todo o Agrupamento.

Esta iniciativa visa  a reciclagem de bens culturais e tem como objetivos:
- promover a leitura;
- apoiar a educação e o ensino;
- proteger  o ambiente.

Alguns dos livros que já foram entregues para a Feira de Troca de Livro Usado

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Comemoração do Dia Mundial do Livro no Agrupamento de Escolas de São João da Talha

Atividade - Para p’ra ler!



Todos os elementos da comunidade escolar foram convidados a fazer uma leitura à sua escolha, no dia 24 de abril, num horário definido, na sala de aula, na biblioteca ou noutro local da escola.

As escolas do 1.º ciclo do Agrupamento pararam para ler entre as 11:30 e as 11:40 da manhã.

A Escola Secundária de São João da Talha e a Escola Básica de São João da Talha pararam entre as 13:00 e as 13:15.

Ficam aqui alguns testemunhos das leituras realizadas na EB N.º4.


                                                              Na Biblioteca...


                                                              No pátio exterior...


                                                         
                                      Algumas turmas optaram pela leitura fora da sala de aula.


                                                 Toda a comunidade se envolveu na leitura.


                     A turma do pré-escolar da sala dos lápis ouviu uma história no exterior.





                                                  Exposição - A leitura na pintura


Na Biblioteca da Escola Secundária foi organizada uma exposição sobre a leitura retratada na pintura.







                       Construção de um mural na Biblioteca da Escola Secundária


Em articulação com a professora Joana Paulo, de Educação Visual, os alunos do ensino básico (7.º ano e 9.º ano), iniciaram, no dia 24 de abril, a construção de um mural alusivo ao livro e à leitura, numa parede, à entrada da biblioteca. Esta tarefa será realizada ao longo do 3.º Período.
Para complementar este trabalho, a biblioteca desafiou os alunos do ensino secundário a escrever uma frase ou uns versos alusivos ao tema. 
Aqui ficam imagens do envolvimento dos alunos e da evolução dos trabalhos.







sexta-feira, 28 de abril de 2017

Conselhos de Leitura da Escola Secundária José Afonso

Estivemos nos Conselhos de Leitura da Escola Secundária José Afonso, no dia 24 de abril.

Com a presença da comunidade escolar bem como de alguns convidados, em se destaca, o Sr. Presidente da Câmara, Bernardino Soares, a Srª Vereadora da Educação, Maria Eugénia Coelho, o agente Ornelas da PSP de Loures e o Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Loures, Manuel Glória.

Por alunos das diferentes escolas do agrupamento, pelos pais e convidados foram deixadas sugestões de leitura, realçando a importância da leitura independentemente do que se lê e de como se lê.
Em torno dos livros e da leitura, houve animação de leitura, uma pequena encenação teatral, leitura de pequenos excertos de textos informativos e outras sugestões mais literárias.

A Sr.ª Vereadora Eugénia Coelho referiu a influência deixada pelo livro “Polegarzinho” na sua infância e o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares, falou do livro “No Limite da Dor” de Ana Aranha e Carlos Ademar que é constituído por testemunhos de pessoas que vivenciaram, na primeira pessoa, as atrocidades cometidas pela PIDE, durante o Estado Novo.

Bernardino Soares destacou a importância deste livro por ser “a memória de pessoas que ainda estão vivas” e quiseram deixar “testemunho daquilo que sofreram e do que lutaram para que pudéssemos hoje celebrar a liberdade”.  



   




 

quinta-feira, 27 de abril de 2017

ArtesIPolíticasIEscola-Todos Lemos?

A atividade em destaque destas comemorações foi o debate ArtesIPolíticasIEscola-Todos Lemos? realizado no dia 21 de abril na Escola Secundária Dr. António Carvalho de Figueiredo, uma organização conjunta da escola e da Biblioteca Municipal José Saramago, com o apoio da coordenação interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares.
Com um painel constituído por quatro figuras públicas ligadas às artes e à política, Presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares, Luís Varatojo, músico, Alfredo Brissos, ator e encenador e Alexandre Taveira, artista plástico, mediado pela Professora Maria Oliveira, os alunos colocaram questões aos convidados sobre livros e leituras, sobre os seus percursos de leitores, livros que os marcaram, desde a poesia à banda desenhada, realçando deste modo a importância da leitura.

Num debate animado os convidados falaram da “Mafalda” do Quino, cartunista argentino, “O Idiota" de Dostoiévski, Eça de Queirós, Jorge Amado, Sophia de Melo Breyner, António Lobo Antunes, José Saramago, entre outros. Assim, de forma descontraída e agradável deu-se enfoque ao livro e à leitura,  remetendo-nos para a pergunta inicial.

“Todos lemos a nós e ao mundo à nossa volta para vislumbrar o que somos e onde estamos. Lemos para compreender, ou para começar a compreender. Não podemos deixar de ler. Ler, quase como respirar, é nossa função essencial” MANGUEL, Alberto in Uma história de Leitura.